quarta-feira, fevereiro 22, 2012

quinta-feira, fevereiro 09, 2012

CULINÁRIA - Feijoada à Brasileira


RECEITA

Ingredientes:

2 salsichas frescas
2 tiras grossas de entremeada com pouca gordura
2 linguiças de boa qualidade
1/2 paio pequeno
100gr de bacon em cubinhos
250gr de feijão preto seco
1 folha de louro
6 dentes de alho
400gr de couve cortada para caldo verde
farinha de mandioca q.b.
2 laranjas
azeite
sal, pimenta
piri-piri
arroz Branco
Preparação:

De véspera coloque o feijão de molho em água.
No dia seguinte coza-o na panela de pressão durante 20 minutos em água temperada de sal.
Prepare as carnes cortando-as em pequenos pedaços.
Leve ao lume uma panela com um pouco de azeite. Refogue 4 dentes de alho picadinhos e junte o bacon. Deixe fritar. Adicione depois o feijão cozido, as carnes cortadas, a folha de louro. Rectifique de sal e pimenta e coloque um pouco de piri-piri. Deixe cozinhar em lume brando até ficar um caldo bem grosso.
Prepare os acompanhamentos: Refogue a couve com os restantes alhos picados e azeite.
Prepare também a farinha de mandioca - farofa - fritando-a com um pouco de azeite ou manteiga numa frigideira anti aderente até ficar dourada. Corte as laranjas em fatias.
Sirva então a feijoada com o arroz branco, a couve, a farofa e as laranjas em rodelas.

quarta-feira, fevereiro 08, 2012

Pensamento do dia

"Cuidado... ao dizer alguma coisa, cuide para que suas palavras não sejam piores que o seu silêncio."

sábado, fevereiro 04, 2012

Pensamentos...

Olhe, tenho uma alma muito prolixa e uso poucas palavras.
Sou irritável e firo facilmente.
Também sou muito calmo e perdôo logo.
Não esqueço nunca.
Mas há poucas coisas de que eu me lembre.

Clarice Lispector

sexta-feira, fevereiro 03, 2012

Humor brasileiro

Uma vez um homem com sida desviou um avião e ameaçava injectar toda a gente no avião se não lhe fizessem as vontades. Todos estavam cheios de medo, mas um brasileiro levantou-se e lutou com o pirata, tal como o Chuck Norris, e acabou com ele. Infelizmente ainda levou com algumas "seringadas". Toda a gente lhe agradeceu mas logo lhe perguntaram porque é que ele não tinha medo de ficar com sida. Mas ele respondeu "Eu nunca podia ficar infectado porque estou usando preservativo".

quarta-feira, fevereiro 01, 2012

Poema

Soneto do amigo
.
Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.
.É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que contêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.
.Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.
.O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...
.
Vinicius de Moraes